CONTAGEM REGRESSIVA PARA O ARMAGEDDON

CUMPRINDO-SE A PROFECIA? AGORA ISIS AVANÇA EM DIREÇÃO À ANTIGA CIDADE QUE É ASSOCIADA À CONTAGEM REGRESSIVA BÍBLICA PARA O ARMAGEDDON

azaz

A conta do Twitter do Estado Islâmico (ISIS) reporta sua maior vitória na Síria, trazendo o grupo jihadista perto da divisa da Turquia, e uma antiga cidade associada com a contagem regressiva para o Armageddon. Notícias verificadas das informações oficiais do Estado Islâmico, as que pertencem aos combatentes do Estado Islâmico e mensagens twitadas dos pró-Estado Islâmico dizem que as cidades de Akhtarin, Al-Masoudiya e Turkmen Barah foram tomadas numa noite. Combatentes militantes lutaram ao lado da Frente Islâmica extremista, contra o Exército Livre da Síria para tomar as cidades. A importância de tudo isso é o quão ocidental na Síria agora estão os combatentes do Estado Islâmico, e quão perto agora eles estão da divisa com a Turquia. Avançar pelo oeste habilitará o Estado Islâmico a “sufocar” os suprimentos que chegam aos rebeldes distribuídos pela divisa turca. Existem também especulações de que os combatentes vindos de fora  em direção à guerra na Síria através da divisa turca serão levados a posições de combate dentro do Estado Islâmico.

Atualizando em 14 de Agosto de 2014: enquanto este artigo está sendo escrito, recebemos a notícia de que os combatentes do Estado Islâmico já capturaram a cidade de Dabiq.

Os avanços no norte e oeste da Síria mostram confiança e um forte controle do território do Estado Islâmico, segundo Shiraz Maher, um especialista no Iraque e na Síria do departamento de Estudos da King’s College de Londres, em entrevista ao Channel 4 News.

O grupo já havia controlado uma cidade há apenas 35Km da divisa turca no ano passado, Azaz, mas foi “massacrada” pelo Exército Livre da Síria e se retiraram.

O Sr. Maher disse ao Channel 4 News:  “Naquela época eles (o Estado Islâmico) não estavam tão bem conectados em sua terra, Azaz era uma espécie de posto avançado apenas e isso permitiu que o ELS os cercassem e os vencessem.”

Desde que o Estado Islâmico alcançou grandes vitórias no Iraque, e dessa forma adquirindo vários armamentos de origem americana que pertenciam ao exército iraquiano. Esses armamentos foram rapidamente levados para a divisa com a Síria.

11_spoilsofwar_w_LRG

O Sr. Maher disse que os militantes foram espertos ao tirarem os armamentos do Iraque, pois eles poderiam sofrer uma ofensiva apoiada pelo Ocidente e perder o seu novo arsenal, e uma vez levando-os para a Síria, eles sabiam que os EUA e outros aliados não se aventurariam ali.

Desde a queda de Mosul e a subsequente atenção internacional ao Iraque, o Estado Islâmico fez avanços através do norte da Síria, assim como consolidando suas áreas de controle.

“O que eles têm agora forma um corredor para o norte do país em Aleppo”, disse o Sr. Maher. “Isso é importante”.

É através dele que o Estado Islâmico poderá agora planejar um retorno a Azaz. Se eles assim o fizerem, irão capturar uma importante divisa atravessando para Bab al-Salam. Dessa forma irão suprimir suprimentos e ganhar combatentes estrangeiros, que também poderá ser bem lucrativo para o Estado Islâmico.

Você irá gerar uma grande avenida se tiver controle da travessia da divisa.” – Shiraz Maher, King’s College London. “Para os produtos entrarem, as pessoas que os trazem devem ter que molhar a mão de certas pessoas”. “Se você está na divisa, você também pode direcionar os produtos para suas próprias áreas.”

Armageddon

Entre Akhtarin e Azaz existe uma outra cidade cuja significância para os combatentes islâmicos é tão simbólica quanto estratégica: Dabiq.

A cidade é mencionada num hatith (relatório dos atos, ensinamentos e ditos do profeta Maomé) como um lugar onde uma grande batalha ou “malahim” acontecerá entre dois exércitos.

Esse “malahim” é equivalente ao Armageddon nos ensinamentos Cristãos, uma batalha que trará a destruição do mundo.

A importância disso é como ele se encaixa dentro do romance missionário dos jihadi do Estado Islâmico. O grupo tem usado vídeos rápidos e a mídia social como apelo aos homens jovens que acreditam, de acordo com o Sr. Maher, que eles estão “à beira da história.”

13_dabiq_k_MEDIsso se reflete na forma como a revista lustrosa do Estado Islâmico, que relata vitórias, a destruição de santuários e punição daqueles que não obedeceram a interpretação do Estado Islâmico da lei sharia, são nomeados após Dabiq (na foto, à direita).

As notícias do Estado Islâmico se referem a como o “malahim” está chegando, mostrando os inimigos dos muçulmanos como os exércitos do Oeste, ou seja, os EUA.

Anúncios