NEUROCIENTISTA VÊ “A PROVA DO CÉU”

By TERRY MORAN and MARY MARSH | ABC News – Wed, Oct 24, 2012 2:35 PM EDT

Neuroscientist Sees 'Proof of Heaven' (ABC News) É hora do jantar na casa de Alexander em Lynchburg, VA.

Holley Alexander um frango ao molho curry, seu filho de 14 anos está faminto depois do futebol e então o Dr. Eben Alexander inicia uma oração com a família.

Em sua casa, a palavra “graça” tem sido dita de uma maneira diferente nos últimos dias. Sua família foi tocada por um milagre médico – e talvez mais.

“Era impossível após impossível após impossível de todas essas coisas terem acontecido”, disse Alexander numa entrevista para o co-âncora Terry Moran do programa “Nightline”.

Alexander, um neurocirurgião de Harvard, quase morreu a quatro anos atrás quando uma feroz meningite causada pela bactéria E. coli atacou seu cérebro e o colocou em um profundo coma que durou uma semana. Tomografias mostravam todo seu córtex – a parte do cérebro que nos dá consciência, pensamento, memória e entendimento – que não estava funcionando. Os médicos deram muito poucas chances de vida a ele e disseram à família que, se ele sobrevivesse, provavelmente sofreria de sequelas pelo resto da vida.

“Enfermeiras vinham, abriam suas pálpebras, ligavam a lanterna, e seus olhos estavam desligados e sem vida”, disse Holley Andersen: “É como se não tivesse ninguém ali.”

Então, estranhamente, Alexander acordou uma semana depois do início do coma. Mas ele sabia que Holley estava certa: ele não estava ali.

Em coma profundo, seu cérebro foi prejudicado de maneira tão séria, que só as partes mais primitivas funcionavam, e Alexander afirma que experimentou algo extraordinário: uma viagem ao Céu.

“Em todos os sentidos, essa é a palavra que essa experiência me mostrou”, disse Alexander.

“Minhas primeiras memórias quando estive no fundo do meu ser eram: eu não tinha idioma, todas as minhas memórias terrenas se foram” ele disse. “Eu não tinha mais uma percepção física. Eu era apenas pura percepção num ambiente escuro e estranho, que parecia com raízes, canais ou coisas do tipo. E parece que estive ali por um longo tempo – poderia dizer anos.

“Eu fui salvo por uma linda luz brilhante e branca que vinha com uma melodia, uma melodia incrivelmente linda com ela que abriu um vale iluminado,” e continuou: “um vale extremamente verde com muitas flores e um incrível mundo rico, ultra-real e de uma complexidade indescritível.”

Alexander disse que havia uma jovem mulher que atravessou o tempo e o espaço com ele numa asa de borboleta e deu a ele uma mensagem para levar de volta do Céu.

“Ela olhou pra mim, e isso aconteceu sem palavras, mas os conceitos vinham direto à minha mente: Você é amor; você é querido; você não deve temer a nada; você não pode fazer nada errado” ele disse.

Deus estava ali com uma vasta presença de amor, disse Alexander que entendia Deus através de uma bola de luz brilhante.

“Era tudo eternidade e tudo uma existência consciencial”, ele disse. “Mas era essa bola de luz brilhante que quase fora necessário um tradutor para trazer a ele essa mensagem do divino e incrível.”

Depois que ele se recuperou, Alexander, que é adotado, ficou de frente com uma figura de sua família biológica, de uma irmã que ele nunca houvera conhecido antes. Ele reconheceu a irmã como a jovem mulher do Céu.

“Olhei para a figura no meu aparador e sabia quem era meu anjo guardião na asa da borboleta” e continua: “Foi a experiência mais profunda que já tive nessa vida”.

É claro que muito diriam que a experiência de Alexander foi uma alucinação – mas ele não.

“Sei que isso não foi uma alucinação, não foi um sonho, nem o que chamamos de confabulação. Eu sei que isso realmente aconteceu, e aconteceu fora do meu cérebro.”

Estava numa experiência de quase morte – como aquelas ditas por milhares de outros. Mas Alexander estava determinado a provar cientificamente o que aconteceu.

Em seu novo livro “Prova do Céu”, ele levanta e ataca várias hipóteses de como essa jornada não poderia ter acontecido.

Alexander disse que tem certeza do ponto de vista científico que seu cérebro doente nunca poderia produzir as imagens e idéias pelas quais ele passou – ou lembrar-se delas.

“Se você tivesse me perguntado antes do coma o quão grave foi meu coma, além do fato de ter sido causado por uma meningite bacteriana grave, tão grave que os níveis de açúcar  em meu cérebro, que normalmente deveria estar entre 60 e 80, numa meningite grave estaria abaixo de 20, e no meu caso chegou a 1. Para mim, esta é apenas um pedaço da evidência do quão grave ela foi. Se me perguntar  quais seriam as chances de um paciente assim se lembrar de alguma coisa depois do coma, eu responderia nenhuma. Eles não se lembrariam de nada. A severidade da meningite não poderia deixar o cérebro gerar sonhos, alucinações, confabulações, pois todas essas coisas requerem toda uma coordenação importante do córtex.”

Alexander não fora intimidado pelos céticos. Ele também era um deles.

Agora ele tem a “prova do Céu”, como ele mesmo disse.

“Para mim, ficou bem claro que a melhor maneira de se analisar isso é vermos de um outro ângulo e entender que a consciência existe numa forma muito mais rica, livre e independente do cérebro, que tem tudo a ver com a eternidade de nossas almas e o fato de que nossa percepção, nossa consciência, nossa alma, nosso espírito, não depende da existência do cérebro no universo físico. De fato, está livre numa realidade muito mais rica quando estamos do outro lado.”

Muito bem leitor do meu blog, se você achou essa história linda e tocante, cuidado e dê outra lida com os olhos do Espírito e analise-a para ver se está de acordo com as Escrituras e perceberá que nada relativo a Deus existe nisso tudo, mas sim um grande engano que foi prontamente engolido pelo Dr. Alexander. Analisemos os fatos:

1) Dr. Alexander era um cético e logo podemos concluir que o temor a Deus e a obediência a Jesus não existiam em sua vida, o que o deixa extremamente despreparado e desamparado para quaisquer experiências espirituais.

2) Não duvido que ele tenho “visto o Céu”, mas como a própria Bíblia diz, existem 3 céus: o primeiro céu que é o que vemos e o universo físico, o segundo céu que é a habitação dos anjos caídos e o reino espiritual dos demônios (Nephilim sem corpos) e o terceiro céu que é a eternidade e habitação do Senhor. Com certeza o céu a que ele foi levado fora o segundo e não o terceiro.

3) O que aconteceu com ele é uma prova de que aquele que não vive em Jesus, pode ter seu espírito guiado para qualquer lugar e sofrer qualquer tipo de engano, pois sem Jesus estamos a mercê das Potestades e Principados das trevas nos lugares celestiais (Efésios 6).

4) Ele disse que o anjo da guarda dele era uma pessoa que ele conhecia, portanto podemos entender que estava morta e o Deus da Bíblia proíbe e abomina a comunicação com espíritos/mortos (Deuteronômio 13).

5) Ele disse que viu Deus numa bola de luz branca, mas o Deus da Bíblia quando aparece para Ezequiel, se apresenta na forma de homem e até mesmo o anjo que aparece para Daniel, também aparece na forma de homem. Bolas de luz branca são vistas todos os dias em nossos céus e os chamamos de OVNIs…cuidado, muito cuidado!

7) O mais importante, deixemos os “efeitos especiais” causados pelo “amaprador” dele de lado e vamos ao que interessa, que é a mensagem passada pelo “ser de luz” que diz a ele: “Você é amor; você é querido; você não deve temer a nada; você não pode fazer nada errado”. Até mesmo para o entendedor mediano da Bíblia, temos que Deus/Jesus é amor, nascemos e somos pecadores, devemos temer a Deus e sem Jesus nossa vida é um erro atrás do outro do início ao fim. Só Jesus Salva. Veja que é uma mensagem diametralmente oposta, e o “amparador” dele disse tudo o que ele queria ouvir.

8) Não é porque temos uma experiência espiritual extrasensorial que quer dizer que seja boa, ela existe e é realmente fantástica, mas nos leva a sermos fisgados por seres que farão o que quiser conosco, uma vez que estaremos sujeitados às maravilhas (milagres) deles e aceitaremos o que disserem como verdade. Veja o quão é importante termos discernimento espiritual através da Palavra do Senhor a fim de que não sejamos marionetes desses seres malignos. (2 Coríntios 11:14).

9) Não é de admirar que um importante canal da TV americana como a ABC tenha colocado essa história no ar. Será que se fosse uma experiência real com o Senhor Jesus eles também colocariam?

10) Cuidem-se e preparem-se para o grande engano. O que o Dr. Alexander passou foi na esfera espiritual, mas algo bem parecido está sendo preparado por Satanás na esfera física para que creiamos na mentira, “e por isso Deus lhes envia (permite) a operação do erro, para que creiam na mentira; para sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça.” (2 Tessalonicenses 2:11-12).

Anúncios

33 comentários sobre “NEUROCIENTISTA VÊ “A PROVA DO CÉU”

  1. Muito bem colocado, devemos estar com os olhos espirituais preparados para discernir as
    questões do espirito. Parabéns Andre que Jesus ré use cada dia mais como instrumento Dele.

  2. Nossa amigo, você abriu meus olhos em relação a isso..eu ia até comprar o livro..porém estranhei o que foi dito ao médico: você não pode fazer nada de errado.. Como assim?
    Amigo, você foi no “alvo” citando a bíblia nessa questão, devemos mesmo abrir nossos olhos e ficar atentos a isso, é isso que o coisa ruim quer, que acreditemos que podemos fazer tudo e assim não seremos julgados..seremos sempre perdoados. Irmão obrigada pela orientação! Deus nos abençoe sempre.

    1. Deus a abençoe amiga, pois o Espírito Santo de Deus que tocou seu coração até este site.
      O Senhor Jesus está voltando.

  3. Colocações ridículas, sem a mínima base das psicologias humanista e transpessoal. Sugiro que se tratem urgentemente, pois fanatismo e delírio são patologias sérias.

    1. I CORÍNTIOS 02:
      14 Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.

      I CORÍNTIOS 03:
      19 Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia;

  4. Que o sujeito não tenha ido a céu nenhum é bem provável: desde quando a “alma” navega impunemente até o “céu” e depois volta para sacudir o corpo morto. A regra nº da morte é: morreu tá morrido…

    Por outro lado, afirmar que pelo fato de o Alexander “não ser de Jesus” não estava preparado para vivenciar experiências espirituais, é de lascar!

    1. Em momento nenhum duvidei da experiência dele. Ela foi realmente espiritual. Você não prestou atenção no que escrevi. Ela foi espiritual, só não foi no céu como ele quer afirmar. E pode ter certeza que sem Jesus você também pode ter suas experiências espirituais, só que estarás numa dimensão governada por seres muito mais poderosos que nós e que nos mostram o que quiserem e nos fazem acreditar no que querem, como o que aconteceu com o neurocirurgião. O discernimento espiritual a que me refiro, só é possível para quem sabe o que é obedecer e ter Jesus no coração. Ouça depois aqui o testemunho de uma ex-espírita e entenderás o que quero dizer https://efesios612.wordpress.com/category/espiritos-e-fantasmas/

  5. “Prezado Efésios 612:

    Talvez você não tenha entendido minha manifestação: opinei que o sujeito não foi ao céu coisa nenhuma, a probabilidade é de que tenha vivenciado uma espécie de alucinação durante o coma e atribuiu seu sonho a uma ida aos campos celestiais. A questão que apresentei foi a seguinte: como alguém poderia sair de seu corpo em coma, passear até ao céu (mesmo que não fosse o céu dos céus) e de lá voltar sem que experienciasse a morte? Só vai à outra dimensão quem morre. Ainda que na Bíblia haja relato que seria exceção a essa regra, ele seria exatamente isso: exceção. No entanto, mesmo o relato bíblico me soa mais como visão mística que propriamente “viagem” em vida ao paraíso.

    Ainda não li o livro desse médico, somente uma parte e alguns comentários de terceiros. No entanto o relato me pareceu mais uma historinha para convencer quem já acredita que a alma possa sair do corpo sem maiores restrições.

    Não questiono que alguém ocasionalmente vivencie legítimas esperiências espirituais, mas, das que tomei conhecimento nenhuma merece tal qualificativo, todas se explicam facilmente por peculiaridades psicológicas.

    A experiência da moça ex-espírita é a de alguém com um psiquismo frágil e que não deveria se envolver em ambientes místicos-supersticiosos. Em meu modo de ver, a primeira coisa que um desertor das fileiras do espiritismo deveria fazer seria constatar que espíritos não comunicam (tampouco demônios, anjos, etc.). Digo isso com toda tranquilidade, visto que se for realizada testagem objetiva nenhum espírito aparece. As pessoas se convencem facilmente com recadinhos açucarados e comunicados moralizantes, que qualquer vivo elaboraria. Se espíritos comunicassem, certamente se dedicariam a tarefas mais nobres que a de ficar enviando mensagens ingênuas para os vivos. A moça saiu do espiritismo, mas trouxe com ela o misticismo. Espero que melhor se equilibre no novo ambiente.

    Cordiais saudações.

    1. Agora sim sua explicação está bem melhor. Sou médico e já fui espírita por 15 anos. O que posso dizer, seguindo seu raciocínio, é que é muito tênue a linha que divide psiquismo de experiência espiritual. Será que não demos o nome de psiquismo às experiências espirituais para nos sentirmos mais controladores de nossa realidade? Esse é o problema. Em minha experiência eu entendo que vivemos sim num mundo sobrenatural e estamos tempo uma experiência física temporária e como nossos cinco sentidos não compreendem bem o que acontece além deles, ficamos à deriva. Não se pode provar o mundo espiritual com medidas materiais. Haja visto a própria física quântica que prova que ela mesma não pode ter acesso à partícula fundamental, uma vez que a mesma se comporta de acordo com o que experimentador deseja. É coisa de maluco mesmo. Só quero que entenda é que é tudo realmente tão maluco que não podemos como acessar essa outra dimensão, seja ela psíquica ou espiritual como preferir. Pois ela é governada por seres que querem nos destruir e nos fazem de gato e sapato nela. Mas Jesus veio para que possamos acessá-Lo para evitar que sejamos feitos de gato e sapato. Consegue me compreender?

      1. Prezado Doutor,

        Que possa existir uma esfera espiritual não descarto, mas que essa esfera nos influencie é pouco provável. As pessoas costumam aceitar qualquer arremedo de pseudoespiritualidade como se fora real atuação de forças transcendentais. Se nós não podemos interferir no mundo além, por que eles teriam “autorização” para se imiscuir no nosso?

        O espírita, mesmo que saia do espiritismo, em geral, não abandona a bagagem de crenças de fraca sustentabilidade que cultivou. Ninguém, mas ninguém mesmo, põe à prova a atuação de espiritos entre nós, apenas aceitam miúdos espetáculos como legítimas manifestações. O mesmo se dá com as caricaturas de atuação do Espírito Santo: gente que berra, cai no chão, uiva e depois afirma que foi “visitado” pelo Espírito. Em vez de haver crescimento em santidade, cresce-se em crendice… Lamentável.

        Em tempo: seria simples verificar se entidades espirituais estão no ambiente, por exemplo, bastaria pedir ao “espírito” que lesse parte de livro que alguém trouxesse guardado numa mochila (e não houvesse mostrado a ninguém presente). Com verificações desse tipo, que, se corretamente aplicadas, certamente não seriam bem sucedidas, confirmar-se-ia que entidades desencarnadas, se existem, não se metem nos negócios dos vivos.

  6. mas Deus já levou Enoque ao mundo espiritual, mesmo ele estando vivo… eu também iria comprar esse livro, mas vou pesquisar mais sobre, pq realmente pode ser furada…

    só uma dúvida, poderia me enviar onde na biblia fala da quantidade de “ceus” e o que habitam nelas? por que eu sempre acreditei que os nephilins estavam presos em um outro plano… enfim, não conheço a fundo, mas gostaria que me tirasse essa dúvida.

    obrigado.

    1. O primeiro céu é o cosmo, que nós vemos e podemos estudar e ver pelos telescópios, onde os pássaros voam, é o céu como o conhecemos. O segundo céu é o mundo espiritual onde estão presos Satanás e seus demônios, onde está acontecendo a guerra dos anjos caídos contra os santos anjos de Deus. Os anjos caídos conseguem projetar formas em nossa dimensão material 3D com as formas que quiserem (orbes, discos, naves, serpentes, OVNIs de maneira geral) assim como nós podemos imitar na sombra de uma parede fazendo formas de pássados, cães e etc com as nossas mãos. O terceiro céu é a eternidade onde só Deus e os santos anjos têm acesso.
      Um estudo interessante mostra que, como Jesus está voltando, o terceiro céu está se aproximando do primeiro, pois Ele está vindo buscar a igreja, e com isso está “espremendo” o segundo céu, e Satanás perdendo a batalha com o Senhor no mundo espiritual, só resta a ele tentar nos dominar e transformar isso aqui em seu reino, mas nós já sabemos que ele vai perder.
      Desculpe o mega resumo, mas a grosso modo é isso.

      1. AA invencao de 3 ceus eh uma logica que o faz acreditar nisso como sendo verdade. O livro do qual tira inspiracoes para isso possui um passado contra o tempo. A insistencia em usar Deus como opressor ou sua criatura (satanas) como ser superior a Este o transforma em mero medo a sua obdiencia a Deus. Pelo que vejo possuo uma outra versao em respeitar o que o neurocirurgiao descreve passando ele por situacao parecida a morte fisica de Jesus pois hoje mesmo estara comigo no paraiso nao conhecia nada de Deus. Qual punicao teve este cidadao por demonstrar amor na hora da morte. Qual conhecimento eh necessario para se salvar? Apenas saber amar e perdoar. Para concluir sabemos quais obras sao de Deus? Todas. As boas e as ruins. Quando erramos aprendemos tambem; assim teremos consciencia do fazer; pois facil falar dificil eh fazer. Fazer caridade em dias de sabado era considerado crime pelos temedores de abraao. Acredite nos seus semelhantes e jesus esta com vc. De qualquer forma parabens pela sua teoria e que ela te ajude no teu tempo. Saudacoes irmao de fe.

      2. Deus não é meu opressor, é meu Pai, pois Seu Filho já redimiu meus pecados e ando no caminho que Ele me ensinou. Deus não faz obras ruins, pois Ele é perfeito e não existe guerra entre Deus e satanás, pois este é criatura e também morrerá. Se você não conseguiu enxergar o engano propiciado pela visão do neurocirurgião, estarei orando por ti, pois Jesus não veio trazer a paz e sim a espada, segundo Ele mesmo. Não quero guerra contra ti, mas a hora que entender o que está exposto, aí sim terás entendido a mensagem de Deus através de Jesus Cristo.

  7. Em tempos atuais, de tanta evolução nos mais variados campos do entendimento humano, é incrível como ainda permanece essa interpretação teológica tão infantil, tão sem sentido, tão pueril, como a interpretação das escrituras. O que vemos são pessoas paralisadas obedecendo cegamente a interpretações de um livro antigo que as incute temor e imobilização. O livro Uma Prova do Céu tenta mostrar a este mundo de ignorância espiritual em que vivemos que a vida não é somente a carne, a matéria. Um neurocirugião falando abertamente de plano espiritual deveria ser considerado uma leitura, no mínimo, interessante, já que o pensamento científico atual é materialista: o cérebro forma a consciência e pronto. Pensem nisto!

    1. Ser neurocirurgião não atesta a capacidade dele em termos de discernimento espiritual. Também sou médico e já andei por 15 anos no espiritsmo e por isso eu posso te dizer que tenho muito mais argumentos para provar que o que você diz ser “interpretação teológica infantil” só revela o quanto você mesmo é extremamente imaturo em relação ao mundo espiritual / sobrenatural.

      1. Depende do que é discernimento espiritual para você. É´ complicado chegar num consenso do que é discernimento espiritual. Para alguns é viver de acordo com a letra de alguma escritura considerada sagrada. Para outros é tentar viver um pouco do espírito de tais escrituras, para outros é somente fazer o bem de corpo e alma, outros preferem isolar-se do mundo e viver em contemplação no cume de uma montanha. Outros nunca ouviram falar de espiritualidade, mas são pessoas que trazem uma mensagem que acrescenta algo de bom e concreto ao mundo. Diga-me qual é única maneira correta. Há apenas uma maneira correta?

      2. Sim, só há uma verdade e uma maneira correta de se viver espiritualmente e estude bem a Bíblia, pois lá está explicando tudo muito bem explicado. Mas requer estudo, dedicação e perseverança, mas raramente encontramos pessoas dispostas a isso. E pode ter certeza que a recompensa é maravilhosa para quem anda no Caminho. A abundância já começa ao aceitar Jesus como Senhor de sua vida, Ele cuidará todos os dias de você e o Espírito Santo o guiará na sabedoria de Deus. O retorno Dele será a total glorificação de Seu nome, de Sua Santidade e de Sua Perfeição. Este dia está chegando e será O dia. Aproveite, pois é de graça, pela graça do Senhor Jesus que tudo já fez na cruz, só espera a sua escolha. Daqui pra frente só você experimentando o que escrevo, pois me alongar a partir daqui é vã tentativa. Vamos Gus, muitos são os chamados mas POUCOS são os escolhidos. Amém.

  8. Agradeço sua resposta, porém não consigo aceitar que apenas uma doutrina seja correta. Pode-se chegar a Deus por diversos caminhos se assim se desejar sinceramente. Se não, um oriental lá do extremo do fundo do interior de algum país do oriente que nunca ouviu falar de cristianismo ou de Jesus, estaria condenado. Não acho que seja por aí.
    Um dia perguntaram ao Dalai Lama qual seria a melhor religião. Ele então respondeu: “- a melhor religião é aquela que te faz melhor”.
    Numa das tentativas de converter Gandhi ao cristianismo, ele disse: “- aceito Cristo e seu evangelho, não aceito o vosso cristianismo”. Abraços!!!

    1. Entenda que Jesus foi o ser mais anti religião do planeta e foi a religião daquela época que O levou para a cruz. Também quero distância de religião, mas eu O sigo de maneira sincera e de coração e tenho Ele como o Senhor da minha vida e ele toma conta de mim e de problemas que eu nem mesmo sabia que tinha e foram resolvidos. Só quero dizer que hoje sou um novo homem graças a Ele, pois sem Ele nada na minha vida mudava. Não é apenas uma questão de vontade própria, pois sem Ele sua vida não mudará…estou falando com experiência. Não sou um evangélico fanático, eu sou crente pois creio Nele e na palavra Dele e Ele me transformou e é isso que desejo para as pessoas. Pensa que alguma igreja evangélica me dá oportunidade de falar o que escrevo aqui?! Nadinha! Eles tem medo de saírem dos lugares convenientes deles e é por isso que criei esse blog, para poder fazer as pessoas pelo menos terem contato com esse tipo de engano que chegará, para que não caiam na mentira. Tenho fé em Deus que um dia você me entenderá bem. Experimente deixar Jesus tomar conta de sua vida, mas de forma plena, tente isso por um mês, ponha-O à prova e começará a ver coisas maravilhosas em sua vida. Fique com Deus jovem! :)

  9. Acho ridículo, tanto os céticos de plantão que não admitem que seja possível essa viagem relatada pelo doutor, quanto os “crentes” demais que não podem aceitar um cético conhecendo o céu. Eu estou lendo o livro e sinto muita verdade em seus relatos. Acredito que ele possa mesmo, assim como muitas pessoas que já estiveram próximas da morte, ter viajado para o céu. Existe tantos mistérios que não são explicados. O surgimento da vida e de tudo que existe é a conversão do impossível em possível, e isto para mim, tem uma razão incompreensível para o homem: A razão de Deus. A Bíblia está sendo muito mau interpretada por muitos crentes com boa intenção, mas que acabam sendo maldosos quando uma pessoa não crente passa por experiências incríveis como a do doutor.

    1. Você pode interpretar o sonho dele baseado na Bíblia? Não sou apenas um crente bem intencionado. Fui espírita por 15 anos e conheço muito bem os dois lados da moeda. Entregue sua vida a Jesus e estude a Bíblia profundamente e verás que minhas palavras não são vãs. Estou terminando meu curso de Hebraico pela Universidade de Jerusalém, só para poder entender a Bíblia cada vez mais profundamente. Leia mais, estude mais e verás que a própria Bíblia diz que nem mesmo o homem sabe o que é bom pra ele. Você sente que o neurocirurgião fala a verdade, mas já se perguntou o que você é para Deus? Conhecer Deus é muito mais do que ler a Bíblia, é estabelecer um relacionamento com Ele de verdade, e isso só que crê sabe o que é.

    2. O problema com o relato de Eben Alexander é que coisa alguma do que diz pode ser comprovado. Quem quiser acreditar nele que o faça, mas sabendo que não há mínima garantia de que legítima viagem ao céu tenha ocorrido. O mais provável é que tenha sido um sonho vívido e, devido à fragilidade de seu cérebro em recuperação, o médico o tenha confundido com realidade. Nem mesmo a alegação de que a excursão aos campos celestiais ocorreu durante o coma pode ser aceita sem reservas: nada garante que a alucinação não tenha acontecido no período anterior ao coma, ou após o “retorno”, quando o cérebro lutava por se reorganizar.

      Enfim, tudo o que o médico oferece aos leitores é uma historinha bonitinha, nada mais.

      1. Pois é, também concordo contigo, apesar de o intuito desse blog seja alertar as pessoas para essas coisas. Eu acredito que ele tenha feito uma viagem espiritual sim, mas com intuitos enganosos que ele tomou como sendo céu. Mas como médico eu concordo contigo também, pois nada impede que ele pudesse ter vivenciado um onirismo criado por lembranças e desejos.

  10. Amigo, primeiro leia o livro para depois criticar…vc disse um monte de mentiras, o autor não falou que conhecia a menina, muito pelo contrário…disse que Deus é como um humano…vc não passa de um religioso!!!

    1. Sergio, primeiro me chamas de amigo, depois diz que eu não passo de um religioso. Você sabe realmente o que você quer para sua vida? Eu escolhi a eternidade com Jesus e isso não depende de religião, mas em conhecer a Sua palavra e obedecê-Lo. Leia mais o conteúdo deste blog antes de me julgar e, caso não tenha notado, eu coloquei entre aspas o título. Espero que um dia entenda que não estou fazendo alarde sobre o neurocirurgião em si, pois Deus o ama assim como ama eu e você, mas que o neuro está sendo levado por forças desconhecidas por ele a fazê-lo acreditar na experiência que teve como verdadeiras, enquanto Deus nos alerta a não termos esse tipo de contato espiritual e que Ele inclusive abomina esse tipo de coisa mas: “Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus…Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.” 1 Coríntios 2

  11. Eu li o livro e o autor em momento algum deixa de falar desse ser de luz. Jesus, Deus na segunda pessoa, e no Deus da primeira pessoa, como diz a Biblia. Esse livro é uma forma de unir o homem ao seu Criador, Deus, ou seja o nome que cada um de a Ele, a essa Criação. Não leve tão criticamente assim. Afinal, Jesus disse para não julgarmos de maneira tão severa os outros porque da mesma forma seremos julgados. Mas o próprio julgo de Jesus é suave e o fardo é leve. Fique com Deus.

    1. Desde que Jesus seja o Senhor e Salvador único de sua vida, o fardo é leve. De outra forma, Ele mesmo disse: não vim trazer a paz, mas a espada! Conhecer a Bíblia e o que Deus quer de você pode não ser o que você esteja querendo, lembre-se disso. Palavra e cenas lindas são uma maravilha aos olhos e ouvidos, mas podem ser enganadoras. E é isso o que acontece com o autor desavisado desse livro.

  12. Quando lemos a 2 Coríntios 12:2-4, ficamos sabendo que Paulo foi arrebatado ao terceiro céu: “Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar”.
    Quem era esse homem senão ele mesmo, Paulo. Caramba… que coração duro e pequeno. Leiam o livro antes de critiicarem. Leiam especialmente o capitulo 15 do livro Uma Prova do Ceu. quem não entender leia novamente, 2 ou 3 vezes. Uma hora “a ficha cai”.

    1. Lembre-se que a Bíblia é um livro profético e sua profecia é 100% correta 100% do tempo e em nenhum momento ela fala de outro homem que será levado ao céu, nenhum de nós a não ser no arrebatamento. A experiência que Enoque, Elias e Paulo tiveram, SÓ eles a tiveram e se algum de nós deveria passar por ela, pode ter certeza que estaria na Palavra. Querer entender uma passagem para explicar o que você quer que seja verdade, nisso Satanás é mestre. Tente entender do jeito que deva ser entendida e verás que na mesma Bíblia o homem será enganado por doutrinas de demônios (1 Timóteo 4:1)…e então?

  13. Obrigada pelo esclarecimento! Ele esteve na Oprah e realmente negou o cristianismo.

    1. É nessa hora que levanto a plaquinha “Eu já sabia!” Quando postei meu comentário aqui na época, antes de sair o livro dele, choveu de gente aqui lançando dardos e me chamando de fanático. Está aí a resposta. Mundinho lindo esse que Satanás mostrou pra ele e muita gente foi no barco. É nessas horas que só a Palavra de Deus para nos dar base sólida e o Espírito Santo o discernimento para não cairmos nessas ciladas do maligno.

Os comentários estão desativados.