O CALDEIRÃO DO ORIENTE MÉDIO SÓ ESQUENTA

ATROCIDADES NA SÍRIA

Comentário e Análise por L. A. Marzulli

crucifixion2-1Jihadistas agindo na Síria já foram acusados de atirar na cabeça das pessoas e depois fixá-las em cruzes. Nesse último caso, a ISIS acusou os sete homens de espionagem e tentativa de assassinato de líderes do grupo, de acordo com o Alrquaoui. Fonte.

Quando George Bush declarou que o Islamismo era uma religião de paz, ele esqueceu dos massacres de centenas de milhares de não-muçulmanos através dos séculos; mas sejamos justos, pois também poderia ser o caso contra a Igreja Católica que assassinou milhões de pessoas na Inquisição e nunca se desculpou por isso. Fonte aqui e aqui.

A conclusão que tiro de tudo isso é a de que nós, seres humanos, somos muito intolerantes para com os outros, e de tal forma que a menor das procovações irá matar alguém que adora a outro deus e o fará com gosto!

O que está acontecendo na Síria é apavorante e não se parece com um governo que tenha lei, e sem a proteção das minorias que o governo deveria  oferecer, pisoteando tudo nessa guerra civil.

Nas proximidades das eleições no Iraque, homens-bomba suicidas tem espalhado terror por toda Bagdad e seus assassinatos, acontecendo em nome de Alá, são contra outros muçulmanos que pertencem à seita minoria Xiita, ao invés da seita maioria Sunita do Islã. Então a violência é de Muçulmanos contra Muçulmanos! Fonte.

Os Cristãos continuam sendo vistos como cruzados no Oriente Médio. Existe uma profunda desconfiança que permanece viva através dos séculos de batalhas e exércitos invasores. Quando os ingleses e franceses organizaram o Oriente Médio depois da Primeira Guerra Mundial, e criaram os modernos estados do Iraque, Síria, Líbano, Jordânia e o que é então a Palestina, eles estavam lidando com séculos de antigas rivalidades e conflitos tribais. Essas rivalidades tribais e étnicas é que são a causa do derramamento de sangue tanto no Iraque quanto na Síria e em todo Oriente Médio.

Quando os Islâmicos tomaram controle do Egito, os Cristãos imediatamente se tornaram seus alvos e as igrejas foram queimadas (fonte). Recentemente, 683 egípcios foram condenados à morte! Esses homens faziam parte do grupo de Morsi, o governo da Irmandade Muçulmana que tentou criar um governo sob a lei Sharia, mas foram vencidos pelo povo e pelos militares, mas agora o estrago já foi feito. (fonte).

Fechando o post de hoje: A Revolta Árabe continua a criar instabilidade e incertezas na região e o número do corpos só aumenta. Junte a isso a crescente unificação contra o estade de Israel. Parece que uma guerra está iminente e ela será contra Israel. Como já disse antes, o Holocausto deveria ser uma triste lembrança do quão longe os homens podem chegar em termos de atrocidades, sejam Cristãos ou Muçulmanos.

Anúncios