ROUBANDO DOS DEUSES

ROUBADO DOS DEUSES: BILDERBERG E A NOVA ERA DO HOMEM

Século 21: Biotecnologia, nanotecnologia, fusão e fissão e teoria m. E isso foi apenas a primeira década. Podemos criar indivíduos cibernéticos que, em poucos anos, serão completamente indistinguíveis de nós. O que nos leva a uma conclusão óbvia: Nós somos os deuses agora. Aqueles de vocês que me conhecem , saberão agora que minha ambição é ilimitada, sabendo agora que não aceitarei nada menor que a grandiosidade ou morrerei tentando.”

Essa é a palestra o multimilhonário Peter Weyland para promoção do filme Prometeus

Todos os anos a mesma pergunta é feita e respondida de maneiras diferentes: Qual é a realidade dos Bilderberg? Quais são suas bases? Aqui vai a chave para a resposta e definição: são pessoas incapazes de empatia, adquirindo literalmente poderes de deuses através da ciência. O propósito do Google e da NSA (Agência de Segurança Nacional) é de se transformar na superclasse onisciente, vendo tudo e fazendo-os capazes de predizer o futuro. O programa básico é se transformar em algo que “tudo vê” e se transformar em Zeus, mandando raios de trovões aos mortais que desejarem extirpar da existência. Modificação do clima, trilhas químicas (chemtrails) e manipulação da ionosfera através de sistemas como o HAARP, não são apenas usados como armas militares. É poder manipular o clima como um deus o faria, enviando enchentes, furacões e tempestades para matar os mortais. Engenharia genética e seus amplos campos de biologia sintética não são para fazer dinheiro para comprar mais carros raros e personalizados, mas para se tornarem criadores de vidas.

Neuromicrochips implantáveis falarão diretamente na mente das pessoas, que não precisarão mais de papel. O Transhumanismo e a terapia genética desejam a imortalidade. Pesquisas na área da simulação computadorizada do cérebro humano deverão criar ambientes tipo matrix para vivermos nossas fantasias. Deseja destruir cidades inteiras como o Godzilla dos filmes? Você poderá. E caso a terapia genética não atinja os resultados desejados, você poderá viver para sempre numa simulação computadorizada.

O dinheiro será apenas um meio para um fim, não o fim por si mesmo. Até mesmo as maiores fortunas não satisfazem verdadeiramente um psicopata educado numa missão de culto. Ele procura endeusamento, não apenas castelos e limusines. Os clãs do poder global possuem personalidades narcisistas clássicas. Ali está o verdadeiro self, e depois a fantasia do self narcisista. Entre esses dois existe uma lacuna, a então chamada lacuna da grandiosidade. Essa lacuna deve ser constantemente controlada. Não pode ser tornar muito grande, do contrário a fantasia pode colapsar e a pessoa se tornar instável, até mesmo suicida. Obviamente que eles ainda não conseguem se perceber completamente como deuses. Eles envelhecem e se enfraquecem, eles cometem erros, eles ainda devem se esforçar muito e suar a camisa.

O verdadeiro “deus de mentira”

 

A superclasse de pessoas vêm com todo tipo de distrações e explicações patéticas sobre como eles substituirão os deuses: Eles afirmam serem avatares, espíritos luciferianos numa carcaça mortal. Linhagens sanguíneas divinas caídas, contaminadas através das eras com um DNA humano comum, à procura de se tornarem deuses completos novamente nas gerações futuras através de cruzamentos selecionados, rituais mágicos e tecnologia.

Existem muitas maneiras elegantes para um doente mental se afirmar sua divindade sem verdadeiramente possuir poderes divinos. Adolf Hitler foi um claro exemplo disso. Muitas citações dramáticas têm sido atribuídas a ele em livros e artigos, testemunhas descrevendo possessões cinematográficas, canalizações de entidades e o anúncio do Ubermensch (homem superior) ariano, o superhomem, foram feitas. Não existem muitas fontes confiáveis sobre sua vida privada. No entanto ele tinha o mesmo desequilíbrio mental e foi arrastados para sistemas de crenças que prometiam poderes mágicos e endeusamento. Seu pai costumava bater na família toda sem motivo, até mesmo no cachorro, às vezes até o podo de perder a consciência. Depois da morte de seu pai ele se tornou um vadio, perdendo seu tempo em buscas genéticas tentando se tornar importante. Ocultismo, gnosticismo e mitologia germânica o influenciaram de modo importante, ele acreditava ser parte de uma raça de deuses.

Psicopatas não avisam num papel que estão procurando por psicopatas afins, eles avisam oferecendo te “melhorar” e procurando “pessoas especiais”. Quando mais fundo você vai, mais promessas você terá. Ao resolver os seus problemas profanos para se tornar um mago com poderes especiais e se tornar um deus.

Quando a Primeira Guerra Mundial foi perdida e Adolf Hitler estava deitado num hospital, temporariamente cego por armas químicas do inimigo, ele teve um estalo repentino. Ele acreditava mais e mais que as óperas de Wagner falam sobre ele, que ele se tornaria um profeta alemão para anunciar a vinda do messias ariano. Mais tarde na carreira de Hitler, quando ele tinha mais sucesso do que poder, ele adaptou a imagem fantasiada dele mesmo de acordo com o que queria. Agora ele achava que era realmente o messias germânico, não apenas um profeta.

Nos últimos séculos e milênios, a tecnologia e a ciência eram limitados. É claro que muitos escritores de ficção científica da época venderam suas obras de ficção histórica como se fossem fatos reeditados. Ainda assim é um outro exemplo de gnosticismo e promessa à audiência de acesso a poderes mágicos.

Governantes da antiguidade tinham que desenvolver técnicas de culto simples e ainda assim eficientes. Os governantes de hoje combinam esse conhecimento simples para chegar à alta tecnologia moderna. Temos crescido num caminho que nos torna vulneráveis a mecanismos de culto. As pessoas podem até ver isso através de um ou outro culto mais destrutivo, mas a maioria de nós ainda procura se juntar a um novo tipo de culto.

A Nova Ordem Mundial é grande demais para uma composição simples

 

Isso se torna bem evidente nas discussões do Bilderberg. Vemos tentativas de frear e limitar a discussão sobre esse assunto, eliminando todos os elementos que não se encaixam nessa composição.

Existe por exemplo a composição ideológica dos socialistas radicais. Para eles o Bilderberg é apenas o centro do capitalismo e dominância ocidental. Se adotarmos o socialismo totalitário e nos aliarmos às encarnações cotidianas do império Soviético, tudo ficará bem e nossos sonhos se tornarão realidade. Os radicais de esquerda não admitirão que os Bilderberg fazem socialismo e os Soviéticos e a China vermelha possivelmente. Eles literalmente adoram Stalin, Mao Tsé Tung e Lenin como deuses.

O estabelecimento pode elegantemente conter os condenadores esquerdistas do Bilderberg ao lançarem livros como os de David Rothkopf  “Superclasse”  ou do Dr. Ian Richardsons “Os Bilderberg: A Elite do Poder e Consenso sobre Assuntos Mundiais” para uma classe média leitora que dá valor à produtividade e ordem.

Putin é um clone virtual dos dois presidentes da era Bush nos EUA e onde também tem havido grandes diferenças entre as elites do leste e oeste. Os verdadeiros comunistas têm declarado sua ideologia em serem deus. A ideologia não tem falhas, é impecável, não é a toa que dezenas de milhões foram mortos sob o socialismo para que o aceitassem. Inimigos ideológicos são vistos como uma doença. Eles são incapazes de acessar de maneira lógica as falhas de seu sistema de crença.

Outra problemática composição para a discussão dos Bilderberg é a questão mística. Algumas pessoas só valorizam o desconhecido e o misterioso, pois suas esperanças em se tornarem magos e deuses são grandes. A verdade de uma conspiração terrena sendo mostrada é, na realidade, desapontadora para eles, pois não deixa nada de místico em sua imaginação. É como estragar um filme ou um livro. Eles usam as discussões dos fatos dos Bilderberg meramente como portas abertas para todos os tipos de afirmações sem provas e fantasiosas. Temos o gnosticismo no centro novamente. O argumento é esse: A elite é tão poderosa devido aos seus poderes mágicos, que por isso as pessoas decentes precisam conhecer a magia e o gnosticismo também, para serem capazes de lutar contra eles com uma magia “branca”.

Quanto mais você afunda na toca do coelho dos mistérios e drogas alucinógenas e procura por poderes mágicos, mais você se tornará um membro do culto e mudará seus valores morais. Lutar contra o mal não é mais considerado virtuoso, você estará convencido que confrontar o mal é apenas observar que as coisas ruins no mundo irão atrair as coisas más à existência. Seu novo ímpeto moral será banir todos os pensamentos “negativos” e começar a conduzir rituais mágicos para enviar amor aos bandidos. Nem preciso dizer que os bandidos hiper-agressivos estão morrendo de rir quando seus opositores não têm mais nenhuma testosterona, nenhum senso de causa e efeito e nenhuma reação natural para com o mundo. A passividade, travestida de caminho que leva à luz, deixa fácil para que os psicopatas realizem seu trabalho. Ou cria novos psicopatas que se autoproclamam um belo “somos todos um”. Uma bela ideologia para aqueles que pensam que o mal supostamente existe num ciclo yin-yang e acham que matar pessoas é um ato moral para liberar as almas de suas pesadas prisões materiais.

É fácil desacreditar em todo assunto Bilderberg só mostrando àqueles que misturam esses fatos com seu sistema de crença gnóstico.

Então temos os racistas que pintam a discussão com os Bilderberg dizendo que são: ou um conselho de judeus poderosos, ou uma distração para levar o assunto a uma dominância judaica mundial. Algumas pessoas que explicam história e eventos atuais e a natureza do mal através das lentes do racismo estão simplesmente limitando sua visão. Outros se tornam membros do culto. Ele adotaram uma velha e já deteriorada pseudociência ao abraçar o gnosticismo alemão do século passado. Procure em alguns blogs e sites e encontrará verdadeiros adoradores de Hitler, os Mistérios Nazistas que prometem aos seguidores adquirirem poderes mágicos e no fim se tornarem deuses. É claro que os judeus deverão ser mortos como parte dessa ideologia maluca. Aqui vai um interessante pequeno fato conhecido da história: Hitler queria matar os Cristãos também, pois eles não mudariam de religião para a nova visão do estado nazista e por isso ele criou um Jesus ariano. Ele só não fez isso antes ou durante a guerra, pois ele não tinha capacidade na época para outro projeto de limpeza social. Ele simplesmente deixou para mais tarde.

Para todos aqueles que pesquisam sobre literatura de conspiração e está convencido ou não se são ou não judeus, e que só os judeus são a encarnação do mal: Você poderia ou não mostrar onde exatamente o DNA dos judeus é maligno, ou compará-lo ao DNA de um não judeu? Se você ou as pessoas que você segue não podem fazê-lo de uma maneira científica, sua ideologia é inútil, perigosa e destrambelhada.

Não aceitem a pré-fabricada substituição da pseudo-prova do tipo “é assim porque o Fuhrer disse que é e, caso você duvide, estará se juntando ao inimigo e pode até mesmo ser um intelectual judeu.”

Os Bilderberg não estão na posição que estão porque eles jogam limpo no campo capitalista, ou porque eles tiveram ajuda do planeta zonk. As oligarquias russas e chinesas não são nenhum pouco melhores em moral e eles não vão te ajudar a alcançar a liberdade. Se você deseja realmente melhorar de vida e ao mundo, não se junte ao próximo culto mascarado como uma alternativa. Combine os campos de psicologia, sociologia e história entre outros e aprenda como se defender do mal para seu próprio bem.

Acima de tudo, estude a Bíblia. Ler a Bíblia qualquer um a lê, mas estudá-la e entender o plano de salvação de Deus através de Jesus Cristo e seus alertas sobre o fim dos tempos te trará uma paz que nenhum dinheiro trará, pois só Ele é o Príncipe da Paz. Ele nos promete vida eterna e Ele está chegando. Deixe ele ser seu Senhor, o Senhor em tudo na sua vida e Ele vencerá através de ti, e todo esse assunto conspiratório se mostrará de forma bem clara pela capacitação do Espírito Santo, pois tudo isso só pode ser entendido espiritualmente e não naturalmente.

Fiquem com Jesus.

Anúncios