QUEM SÃO OS DEMÔNIOS?

Estudioso da Bíblia explica por que tudo o que te ensinaram sobre demônios pode estar completamente errado

Muitos teólogos e estudiosos da Bíblia têm ensinado de forma tradicional que demônios são simplesmente anjos caídos que escolheram não querer mais fazer a obra de Deus, mas o Dr. Michael S. Heiser, estudioso de história antiga e hebraico, tem uma visão surpreendentemente diferente deste assunto.

Heiser, estudioso pós graduado atuante na Faithlife Corporation e escritor do livro The Unseen Realm (O Reino Invisível) e Supernatural, disse ao programa The Church Boys
que ele acredita que aqueles que abraçam o paradigma dos “anjos caídos” não entenderam nada, e assim, propõe ao invés disso, de que os demônios são, na verdade, espíritos dos Nephilim mencionados rapidamente no Antigo Testamento.

“Isso deve surpreender muitas pessoas que estão familiarizadas com a Bíblia… saber que a Bíblia nunca oferece uma explicação nítida sobre a origem dos demônios”, disse ele. “Muito do que pensamos sobre isso foi realmente filtrado através das tradições da igreja”.

Heiser disse que as passagens que aproximam mais os demônios como sendo anjos caídos podem ser encontradas em Apocalipse, o último livro da Bíblia.

“Apocalipse 12… fala sobre uma guerra no céu e anjos sendo expulsos”, disse Heiser. “Mas se você verdadeiramente ler Apocalipse 12, verá que seu contexto está associado à primeira vinda de Jesus… demônios estão por aqui há muito tempo antes disso”.

Embora entenda a noção de que seja possível para pessoas como ocultistas, satanistas e politeístas praticantes que solicitem forças malignas fiquem realmente possuídos, ele acredita que as forças espirituais por trás disso não sejam de origens angelicais.

“O que o Novo Testamente se refere como demônios, os textos judaicos escritos entre o Antigo e o Novo Testamentos na verdade têm uma resposta bem clara para isso, e é a de que os demônios são os espíritos sem corpos dos Nephilim mortos de Gênesis 6:1-4”, disse Heiser. “Os gigantes que morreram na era antediluviana, assim como os que morreram após o dilúvio”.

Os Nephilim são mencionados duas vezes na Bíblia no já mencionado capítulo 6 de Gênesis, assim como em Números 13. Aqui vão os versículos:

Havia naqueles dias Nefilins na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama. (Gênesis 6:4)

Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, descendentes dos Nefilins; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos. (Números 13:33)

No geral, não há muita coisa escrita sobre os Nephilim nos textos bíblicos e Heiser admite que isso “parece meio louco”, mas depois ele explica porquê ele acredita que esses espíritos que uma vez já tiveram forma física, mais uma vez estão à procura de hospedeiros humanos a fim de residir neles.

Heiser disse que os textos judaicos preenchem as lacunas, levando-o a acreditar que os Nephilim são as verdadeiras forças demoníacas que alguns acreditam possuir o poder de aterrorizar e possuir os humanos.

Para os cristãos que rejeitam a teoria dos Nephilim ou uma noção mais genérica sobre demônios, Heiser disse que ele acredita que os evangélicos, em particular, são as vezes “seletivos do sobrenatural”.

“Gosto de perguntar aos cristãos: Bem, o há de normal no nascimento de uma virgem? O que há de normal sobre a Trindade?”, disse ele.

Alguns críticos é claro, mantêm sua crença de que os demônios sejam mais como os anjos caídos, com sites cristãos como o GotQuestions.org que abraçam a noção tradicional e lutam contra aqueles que admitem a teoria dos Nephilim.

“A explicação alternativa mais comum para a origem dos demônios é aquela quando os Nephilim de Gênesis 6 foram destruídos no dilúvio, e suas almas sem corpos se tornaram os demônios”, assim está no site. “Enquanto a Bíblia não diz especificamente o que aconteceu com as almas dos Nephilim quando eles morreram, é difícil acreditar que Deus destruiria os Nephilim no Dilúvio só para permitir que suas almas viessem a causar um mal ainda maior como demônios”.

GotQuestions.org continua: “A explicação bíblica mais consistente para a origem dos demônios é a de que eles são anjos caídos, os anjos que se rebelaram contra Deus com Satanás”.

NA: Esse assunto é vasto e, na minha humilde opinião acho que chegamos a um ponto onde tradicionalmente chamamos de demônios todas as forças malignas que causam dano aos seres humanos, sejam espíritos sem corpos dos Nephilim (sim, eu acredito muito nessa vertente), sejam anjos caídos. De maneira muito resumida eu poderia dizer que os espíritos sem corpos dos Nephilim são realmente o que conhecemos como esses demônios que têm a necessidade de possuir alguém ou algo para se manifestarem em nossa dimensão. Esses são os que estão precisando de corpos os quais são oferecidos a eles através das mais variadas formas de portais já citadas no post anterior sobre Halloween.

Já os anjos caídos são forças malignas ainda piores, pois, por não precisarem de corpos humanos para se manifestarem, atuam de forma veemente sobre humanos destituídos da proteção do Senhor Jesus e, principalmente sobre famílias que carregam maldições há gerações as quais já abriram portais até mesmo em seu DNA e, dessa forma, sofrem repetidos processos de “abduções alíenígenas” como são conhecidas as atuais possessões demoníacas, mas que são prontamente vencidas pelo poder do sangue do Senhor Jesus.

Entendo que esses anjos caídos, uma vez destituídos de sua beleza física que uma vez foi motivo de um grande engano que aconteceu em Gênesis 6, na época de Jasar, destituição essa descrita num Midrasch judaico, vieram a ficar na atual e horrenda forma do que o mundo conhece como alienígenas Greys (esses baixinhos com longos olhos pretos) e outros de forma insectóide descritos pelos abduzidos.

Independente da origem, oremos e repreendamos no nome de Jesus, pois eles têm verdadeiro pavor deste nome, pois o dia do julgamento deles se aproxima e já foram avisados quando Ele, nosso Senhor Jesus, ainda quando na cruz, desceu às profundezas da terra e pregou Sua vitória sobre todos eles, amém!

Anúncios