OBAMA QUER SER O SECRETÁRIO GERAL DA ONU: EXECUTIVO MUNDIAL?

OBAMA QUER SER O SECRETÁRIO GERAL DA ONU? SE ELE FOR, PODERÁ ELE SER O ANTICRISTO SOCIALISTA MUNDIAL COM PETRUS ROMANUS AO SEU LADO?

UN-General-Assembly

Al-Jarida, uma revista árabe do Kuait, publicou um artigo na sexta-feira afirmando que o Presidente dos EUA Barak Obama está se preparando para ser o próximo Secretário Geral das Nações Unidas quando deixar a Casa Branca no ano que vem. Se isso for verdade e se ele tiver sucesso na sua empreitada, Obama substituirá o atual Secretário Geral, o sul-coreano Ban Ki-Moon, o qual está no seu segundo mandato de cinco anos. O cargo de Ban como Secretário Geral acaba em 31 de dezembro de 2016, coincidentemente 21 dias antes do final do segundo mandato de Obama. Al-Jarida atribuiu o rumor a “fontes sólidas”. O artigo também afirma que ao ouvir os planos do Presidente Obama, o Primeiro Ministro de Israel Benjamin Netanyahu “votou contra essa campanha”. Eles postaram o que Netanyahu disse: “Oito anos dos julgamentos de Obama e sua marginalização quanto a Israel não são o bastante?” Agora ele quer estar numa posição para causar problemas no fórum internacional?”

Obama, Petrus Romanus e a Agenda 2030 da ONU: A Receita para o Socialismo Global do Fim dos Tempos

UN-Agenda-2030

As Nações Unidas e a maioria dos membros com regimes autocráticos têm grande planos para sua vida, seus filhos, seu país e seu mundo. E esses planos não estão limitados a acordos coercivos sobre o “clima” que foram concluídos recentemente em Paris. Enquanto a mídia estabelecida no Brasil evidencia o ISIS, carnaval, Olimpíadas e, é claro, o “aquecimento global”, virtualmente quase todas as ditaduras/governos nacionais do planeta se encontraram na 70ª Assembleia Geral anual na ONU em Nova Iorque para adotar o plano mestre draconiano de 15 anos para o planeta. Os maiores globalistas como o ex-chefe da NATO, Javier Solana, um socialista, celebraram o plano, com uma “aprovação” unânime no encontro, conhecido como o “Grande Salto Adiante”, sim, o velho slogan da campanha do Partido Comunista Chinês. O plano mestre é composto por 17 “Objetivos Sustentáveis em Desenvolvimento a Partir de 2015” (OSDs) com 169 “objetivos” específicos a seres despejados sobre toda a humanidade, literalmente toda ela, pois o próprio plano afirma explicitamente. “Ao embarcarmos nessa jornada coletiva, vigiaremos para que ninguém seja deixado para trás”, lê-se no manifesto da ONU, intitulado “Transformando Nosso Mundo: a Agenda de 2030 para Desenvolvimento Sustentável. Mas se você ama a liberdade, democracia, mercados livres ou a Constituição, pode ter certeza que a ONU vai deixar você para trás. Oficialmente lançada como “Agenda 2030”, o plano da ONU, como sugere seu título, visa “transformar” o mundo. O programa é um seguimento do último programa de 15 anos da ONU, o desaparecido “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio”, ou ODM. Ele se combina muito bem com o profundamente controverso Agenda 21 da ONU, e até mesmo inclui a maior parte das mesas retóricas e agenda. Mas os objetivos combinados da Agenda 2030, os quais são chamados de “desenvolvimento sustentável”, representa o antigo plano da ONU, só que agora bem mais amplos, profundos, radicais, draconianos e caros.

Para mais informações e os novos leitores deste blog, aqui estão mais informações sobre a Agenda 2030, a instalação da Nova Ordem Mundial.

Anúncios