REFUGIADOS SÍRIOS: DEUS MOVE AS PEÇAS NO TABULEIRO

CENTENAS DE MILHARES FOGEM PARA A EUROPA DEVIDO À GUERRA CIVIL

Abaixo segue uma história fictícia escrita por L. A. Marzulli

A guerra civil que se espalha pela França, Bélgica e Alemanha criou uma crise de proporções inimagináveis, cidades queimadas, lares sendo saqueados e abandonados, e milhares de refugiados estão seguindo para a Turquia e outros países do Oriente Médio.

Um porta-voz do governo Turco declarou que os turcos estão preparados para receber 800.000 pessoas em apenas um ano. No Líbano, um porta-voz do governo do Hezbollah dá boas-vindas a todos os refugiados cristãos de braços abertos, já montou cozinhas para servir sopas e acampamentos para que os refugiados descamisados possam dormir e ter comida quente.

“Quebra meu coração ver tantas pessoas sem um lar e um futuro,” disse Mahmoud Baroodi de mãos dadas com homens e mulheres cristãos que pareciam estar exaustos.

No entanto, alguns muçulmanos estão dizendo que a chegada de homens e mulheres cristãos pode ser uma invasão como nas “cruzadas”, mas os líderes dos governos afirmam que esses mentirosos que fazem isso não devem ser ouvidos, pois as necessidades humanitárias são grandes, e o que mais eles poderiam fazer?

“Os refugiados estão sendo bem tratados e, de modo organizado, não são uma ameaça a nós”, disse um militar turco de alta patente.

“Estamos dando boas-vindas a todos…incluindo nossos irmãos judeus que, assim como nós, são filhos de Abraão”, disse o Grande Mufti Ankara, da capital turca.

Parece que essa corrente de gente chegando ao Oriente Médio não terá fim, procurando refúgio da guerra que já envolve a maior parte da Europa. A crise não mostra nenhum sinal de que vai acabar e o mundo saúda essas nações Árabes pelos seus esforços humanitários.

SÉRIO?

As nações Árabes mais ricas não estão fazendo quase nada pelos refugiados da Síria

Saiu no Washington Post

Foi anunciado pela Anistia Internacional recentemente que os “seis países do Golfo (Qatar, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Kuwait, Oman e Bahrain) não ofereceram nenhum lugar para assentamento dos refugiados sírios”. Essa afirmação foi ecoada por Kenneth Roth, diretor executivo do Human Rights Watch (Observador dos Direitos Humanos) no Twitter.

Agora o verdadeiro comentário de L. A. Marzulli

siriosmigrando

A Europa está sofrendo uma invasão de homens e mulheres muçulmanos que irão mudar completamente as bases culturais que permitem que essas pessoas entrem. Ontem eu postei um vídeo o qual foi retirado do ar devido à infrações de direitos autorais (entenda CENSURA), que mostrava o que realmente estava acontecendo na ilha de Lesbos. A ilha está sendo tomada pessoas que não estão mostrando o mínimo ou nenhum respeito pelas pessoas que vivem ali. Como está dito no meu novo livro que está para ser lançado, esses são Os Dias de Caos.

A maioria dos refugiados são muçulmanos e então uma pergunta deve ser feita: uma vez que eles se assentarem em suas novas terras, eles insistirão na lei Sharia? Acredito que tudo o que temos que fazer agora é observarmos o que está acontecendo na França e na Inglaterra, que atualmente já têm uma grande população muçulmana, para obtermos a resposta. Vejam nessa manchete: Cristãos são mortos em Revolta Muçulmana – Terrível Previsão do futuro da Inglaterra sob o Islã. Fonte

Vamos dar uma lida abaixo sobre a posição dos chineses quanto à sua vontade em ajuda-los:

Se você está esperando uma grande recepção e simpatia pública pelos refugiados mudar a maneira de pensar dos chineses afim de assentarem alguns Sírios em seu território, a Imprensa Livre de Hong Kong já disse que o público chinês é “totalmente contra essa ideia”, pois eles pensam que “a China não é responsável pelos problemas do Oriente Médio e a maior parte do povo chinês ainda vive na pobreza e que esses refugiados não devem vir para a China de jeito nenhum”. Leia mais aqui.

Fechando o post de hoje: Quando eu vejo o que está acontecendo na Europa, me lembro que há apenas 100 anos atrás, os turcos forçaram a caminhada de 1 milhão de homens, mulheres e crianças até suas mortes no que se tornou conhecido como o genocídio Armênio. Até hoje os turcos nunca confessaram suas atrocidades. Mesmo isso tendo ocorrido durante a Primeira Guerra Mundial, isso ainda é considerado um crime hediondo, pois os refugiados Sírios estão sem abrigo e são em número bem menor. Eles foram forçados a caminhar e passar fome até a morte. Os Armênios eram cristãos e os turcos muçulmanos.

Gostaria de dizer que a razão dessa vontade da Europa em abrigar os refugiados pode estar diretamente ligada às suas raízes cristãs que, embora muitos tenham perdido, ainda possui algum grau de influência na cultura. O que aconteceria a situação fosse contrária? Acreditam mesmo que os países do Oriente Médio iriam receber de braços abertos os homens e mulheres da Europa? Tá de brincadeira comigo?

Anúncios

3 comentários sobre “REFUGIADOS SÍRIOS: DEUS MOVE AS PEÇAS NO TABULEIRO

  1. Prepara te o Israel. . O noivo vem aí
    As bíblias ficaram com as páginas em branco.

Os comentários estão desativados.