A IRMANDADE MUÇULMANA E SUA VERDADEIRA META!

Morsi diz “Amém” quando o padre Egípcio clama: “Alá, destrua os Judeus”

 

“Oh Alá, absvolva-nos de nossos pecados, nos fortaleça, e nos garanta vitória sobre os infiéis. Oh Alá, destrua os Judeus e seus aliados. Oh Alá, disperse-os, faça com que eles se rendam. Oh Alá, demonstre Seu poder e grandeza sobre eles. Mostre-nos sua onipotência, oh Senhor.”

Enquanto o Brasil se preocupa com as festas de fim de ano, novelas, Copa do Mundo e fica grudado no noticiário emburrecedor e viciado da TV aberta (e até mesmo da TV paga), o homem do momento da Irmandade Muçulmana, o presidente eleito Mohammed Morsi, deixa de maneira bem clara que quer destruir os Judeus. Ele é a bola da vez. Enquanto todo mundo diz que os muçulmanos radicais estão todos dentro do terrorismo apenas, a realidade da situação é outra, pois eles querem é implementar a Lei Sharia para poder destruir Israel e os Judeus.

A Revolta Árabe fez nascer a Irmandade Muçulmana e com ela a implementação da lei Islâmica, ou Sharia. As mulheres e as minorias não terão direito a quase nada e o país será jogado para trás no tempo antes do século 14. O Oriente Médio está mudando e a situação de hoje não é a de antes. Israel está agora cercada por eles – Egito e Irã – que são uma grande ameaça à mesma.

Ao invés do Egito se focar em melhorar as condições de seu país na saúde, turismo, saneamento, etc, para trazê-lo para o século 21, o único foco agora é assassinato aos Judeus e Israel. Eles anunciam isso publicamente, como Hitler fazia em 1930 e como Mahmoud Ahmadinejad o faz semana após semana lá no Irã.

Fechando o post de hoje: existe um componente sobrenatural na tensão que está acontecendo no Oriente Médio, com a configuração de dois opostos – Islamismo contra Judaísmo. Esse conflito fica ainda mais apimentado quando vemos ensinamentos do Islã dizendo que os Judeus são descendentes de porcos e chimpanzés. Essa é a mesma retórica com que Hitler matou 6 milhões de judeus, pois ficaram sendo vistos como vermes e não como humanos. De todos os problemas que acontecem no Oriente Médio, destruir Israel está no topo da agenda. Uma guerra está chegando à região e quando ela acontecer: Aquietai-vos e saibam que eu sou Deus. Eis que virão dias quando vou mostrar minha força sobre as montanhas de Israel.

Anúncios